segunda-feira, 23 de novembro de 2009

C A N T I N H O___ D A___ P O E S I A

Mais uma vez, os versos de Manuel Bandeira no nosso Cantinho. Há algum tempo foi lançado um CD do grande ator brasileiro Juca de Oliveira homenageando o poeta Bandeira. Neste álbum, Juca declama vários poemas e escolhi VERSOS DE NATAL, pois estamos já respirando os ares natalinos. Vale a pena ter na discoteca este CD. Fiz a produção para vocês curtirem.

Versos de Natal

Manuel Bandeira

Espelho, amigo verdadeiro,
Tu refletes as minhas rugas,
Os meus cabelos brancos,
Os meus olhos míopes e cansados.
Espelho , amigo verdadeiro,
Mestre do realismo exato e minucioso,
Obrigado, obrigado!

Mas se fosses mágico,
Penetrarias até ao fundo desse homem triste,
Descobririas o menino que sustenta esse homem,
O menino que não quer morrer,
Que não morrerá senão comigo,
O menino que todos os anos na véspera de Natal
Pensa ainda em pôr os seus chinelinhos atrás da porta.

Leiam o que Paulo Autran escreveu sobre este CD do Juca de Oliveira:
"Para nos fazer sentir o humor, o talento e o gênio da poesia de Bandeira, ninguém melhor que Juca de Oliveira com sua sensibilidade rara e seu talento magistral. Aí está um CD perfeito. Uma obra prima."
Paulo Autran



Um comentário:

  1. que bonito....acho que todo poeta tem um menino que não quer morrer e só morrerá com o poeta,,,,eu tenho uma menina assim,rs

    ResponderExcluir

Deixe aqui seus comentários ou críticas. Serão bem-vindos.