sábado, 28 de novembro de 2009

A DIFÍCIL VIDA DO BLUE-RAY PLAYER

Wharrysson Lacerda

Os mais velhos devem se lembrar quando chegaram ao mercado dos DVD players. Foi um verdadeiro "frissom", para usar um termo da época. E realmente havia motivo para tal. Afinal, os discos chegavam para substituir os VHS, que já não eram bons quando chegaram e, alguns anos depois, já haviam se tornado insuportáveis aos olhos de todos que queriam um pouco mais de qualidade nas imagens (essa, aliás, é uma história antiga interessante, de como um formato péssimo, o VHS, ganhou a briga de mercado contra um formato ruim, o Betamax).
Hoje, os DVDs começam a sair de cena. O que a indústria de Hollywood e também os fabricantes de players esperavam é que eles fossem substituídos pelos discos blu-ray e por seus players. Mas, o mundo ficou mais complicado e a substituição não parece que vai acontecer do mesmo modo como ocorreu com a chegada dos DVDs.
Os blu-ray players enfrentam adversários de peso. A qualidade das imagens e do som gerados pelo novo formato são incontestáveis. Porém, hoje, essa qualidade começa a estar disponível também em outros lugares, além dos discos e de seus players. Já existem, por exemplo, pendrives grandes o suficiente para armazenar filmes inteiros em alta definição. Alguns até trazem softwares que reproduzem arquivos blu-ray. Nos países mais desenvolvidos, o download de filmes em alta definição anda a passos largos. Para completar o cenário, são cada vez mais comuns televisores que reproduzem sozinhos o conteúdo armazenado em pendrives, ou que se conectam diretamente à Web, sem precisar de um computador, e são capazes de "dar play" em arquivos de vídeo.
Hollywood já percebeu que o cenário não será o mesmo e tenta encontrar maneiras de compensar a queda de arrecadação que começa a aparecer com a queda nas vendas de DVDs - que não está sendo equilibrada pelas vendas de blu-ray, justamente por conta desse ambiente mais cheio de alternativas. Nesse caso, a posição dos grandes estúdios pode determinar os rumos das possbilidades tecnológica. É esperar para ver.
-------------------------------------------------------------
Wharrysson Lacerda é jornalista e roteirista, com ampla atuação em televisão e em produtoras de vídeo. Sua carreira inclui passagens por diversos veículos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários ou críticas. Serão bem-vindos.