quarta-feira, 5 de maio de 2010

CANTINHO DA POESIA

Imediatamente, nosso Cantinho complementa o poema postado anteriormente. Consegui um vídeo da própria autora do livro LÂMINA BREVE, recitando o poema título. Segue abaixo o texto em italiano interpretado por mim no player.





LÂMINA BREVE

Uma palavra apenas
- lâmina breve e fria.

E o que era vulcão
se fez cinza e gelo.

A orgia da cor se transmudou em sombra.
Apagaram-se as luzes na coxia.

E a vida, pesada, densa,
se fez treva de repente.

Una parola appena
- lamina breve e fredda

E quel che era vulcano
si è fatto cenere e ghiaccio.

L'orgia di colori si è tramutata in ombra.
Si sono spente le luci sul retroscena.

E la vita, pesante, densa,
è diventata subito tenebre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários ou críticas. Serão bem-vindos.