quarta-feira, 9 de junho de 2010

CANTINHO DA POESIA

Nosso Cantinho apresenta mais um poema de Manuel Bandeira.
Assistam e lembrem-se: seus comentários são muito bem-vindos.


Um comentário:

  1. Sobre o que ouvi, posso dizer o que já tinha escrito:

    Não faço da vida um tango!
    Talvez, um bolero com toque moderno.
    Rô Goldoni

    Quisera ir a Pasárgada,
    tal qual Bandeira sonhou
    mas voltando à realidade
    não tenho vitalidade
    acho que o tempo passou.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seus comentários ou críticas. Serão bem-vindos.