domingo, 25 de setembro de 2011

O DIREITO AO DELÍRIO

Repasso aos internautas do meu blog. O texto abaixo me foi enviado pela Rosangela Goldoni juntamente com o vídeo.

Uma abordagem sobre o homem e sua humanidade.
Eduardo Galeano, um homem que não tem vergonha em ser generoso, mais do que isto, é autenticamente
solidário (não só no discurso, além dele, na prática). E com uma capacidade de síntese
impressionante nos dá um recado de sabedoria prática. Na sua abordagem ele atinge o máximo
de sua lucidez e nos propõe uma cosmovisão humanístíca no sentido do humanismo prático,
que verdade não aspira balelas teóricas, mas uma ação objetiva; sugere com elegância uma
espécie de roteiro para estruturar um comportamento permeado pela consciência de alteridade.
Não deixem de ver e ouvir, de preferência ajoelhados, simbolicamente é claro.

2 comentários:

  1. Este vídeo é simplesmente deslumbrante.
    Uma conversa, um discurso que flue, que me fez flutuar, pensar, ver, rever, ouvir, com imagem ou sem imagem.
    "Na Argentina, as Loucas da Praça de Maio serão um exemplo de saúde mental!"
    Excepcionamente comovente.
    Rosângela S. Goldoni

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelas suas considerações, Rô.
    Eu tb fiquei em estado de meditação profunda ao assistir o video. Faço minhas suas palavras.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seus comentários ou críticas. Serão bem-vindos.